Destaque

 

XL Unidade Diocesana é realizada na Paróquia São João Batista, em Macuco

Data Postagem - 26/08/2017


Neste sábado, 26 de agosto, a comunidade católica de Macuco acordou com uma missão especial: acolher e se colocar a serviço dos irmãos vindos de 19 municípios que compõem a Diocese de Nova Friburgo, por ocasião do dia da XL Unidade Diocesana. O Dia da Unidade Diocesana tem como objetivo fortalecer a união entre os fiéis católicos em nível diocesano e paroquial, promovendo um dia de oração e louvor. O local escolhido, por contar um uma infra-estrutura muito favorável para eventos de grande porte, foi o Macuco Rural Park. A juventude católica fazia, desde as 6 horas, a acolhida dos irmãos dos três vicariatos — Sede, Norte e Litoral. Na chegada, os veículos eram encaminhados para um amplo estacionamento. Para o povo, um delicioso café da manhã era servido. A animação de palco ficou por conta dos paroquianos José André e Daigo Oliveira.

Com a chegada do Bispo Dom Edney, o evento foi aberto oficialmente.

Em sua acolhida, situa-nos sobre o tema do encontro:

- Na véspera de seu sacrifício da cruz, Jesus mesmo pediu ao Pai pelos seus discípulos e por todos que acreditaram Nele para que sejam um só. Viver a unidade: eis aí o nosso desafio. Eis a nossa missão. Essa Unidade Diocesana tem como tema “Com Maria, em missão”. No contexto do Ano Mariano, escolhemos essa direção para que o dia da unidade fosse o momento de voltarmos o nosso olhar para nossa Mãe Santíssima e aprendermos dela a beleza do discipulado de Jesus Cristo. Sendo cheia do Espírito Santo, seu coração serve à comunhão e não à divisão. Todos somos convidados, a exemplo de Maria, a correr ao encontro de nossos irmãos mais necessitados.

E sobre os 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida, disse:

- Cada Paróquia recebeu, ao iniciarmos o Ano Mariano, a imagem peregrina de Nossa Senhora, que está percorrendo diversos lares e famílias, sendo para todos nós sinal de esperança. É muito importante que essa Unidade aconteça dentro da celebração dos 300 anos da aparição da imagem de nossa Senhora Aparecida, no Rio Paraíba. Consagramos a ela cada comunidade, cada capela, cada paróquia de nossa diocese. Que ela nos faça crescer na unidade, na fraternidade e no amor mútuo.

Antes de passar a palavra ao prefeito Bruno Boaretto, ainda convidou o seu rebanho a se lembrar especialmente dos irmãos que não puderam comparecer ao encontro, de modo particular dos que se encontram enfermos.

Tomando a palavra, disse o chefe do executivo local:

- É com muita alegria e emoção que recebemos neste dia histórico para nosso município esse povo maravilhoso que persegue a fé e enche o parque de exposições por amor a Jesus e à igreja católica. Sejam todos muito bem-vindos. Deixo os parabéns e um agradecimento especial aos povo católico de Macuco que, há meses, junto com o nosso Padre Wanderson, se preocupa, senta, conversa, reúne para receber da melhor forma possível cada um de vocês.

E, finalizando a calorosa acolhida, o padre Wanderson acrescenta:

- Que essa palavra UNIDADE seja realizada de modo muito concreto com a caridade que vem do Espírito Santo de Deus. Ele nos abençoe grandemente.

Dando sequência à programação, os Arautos do Evangelho, promovendo um Momento Mariano, convidaram o povo a ver numa belíssima apresentação teatral o que se passou em 12 de outubro de 1717, quando do encontro da imagem da Virgem Aparecida. Em seguida, o Padre Wanderson fez a coroação solene da imagem e todos recitaram o terço mariano: “Querem a paz? Rezem o terço todos os dias!”

Durante todo o dia, o funcionamento do parque de diversões, além de oficina e workshop no auditório e na quadra do parque de exposições foram oferecidos a todos. Barracas com produtos religiosos, doces, salgados, água e refrigerante também funcionaram durante todo o encontro.

Com o tema: Espiritualidade de Maria, o padre Celso, da Paróquia de Santa Maria Madalena, reforçou a necessidade de se colocar a serviço do próximo:

- Maria saiu apressadamente ao encontro de Isabel porque iria servir a ela. Mas levava consigo a alegria e queria comunicá-la à prima. A presença física e a voz daquela que se pôs à disposição fizeram com que João Batista e sua mãe ficassem cheios do Espírito Santo. Coloquemo-nos à disposição: fazer missões populares, não ter vergonha de usar uma camisa religiosa, nem de ter um crucifixo no peito. Imitemos Maria. Ela também traz para nós a plenitude do Espírito Santo.

Coube ao Padre José Ruy, reitor do Seminário Diocesano, juntamente com os seminaristas, sair em procissão da capela do Santíssimo e conduzir o momento da Adoração.

- A Adoração é o primeiro ato da virtude da religião. Adorar a Deus é reconhecê-lo como o Criador e o Salvador, o Senhor e o Mestre de tudo o que existe, o Amor infinito e misericordioso.

E, repetindo as palavras de Jesus a santa Faustina: “Nenhuma alma que tenha recorrido a Minha misericórdia se decepcionou nem experimentou vexame”, convidou o povo a rezar o Terço da Misericórdia.

O louvor com Olívia Ferreira preparou os fiéis para a Santa Missa. Um momento de muita espiritualidade. Tanta ternura fez com que o padre Wanderson e o Padre Marcus Vinícius formassem um trio cantando: “Cuidas de mim, sei que tu cuidas de mim, senhor. Ainda que eu ande pelo vale e o atravesse à sombra da morte, cuidas de mim”.

Às 15 horas, quando milhares de fiéis superlotavam o Rural Park, uma procissão com mais de 60 padres e seminaristas indicava que teria início a Santa Missa, presidida pelo nosso Bispo diocesano.

Na acolhida, Dom Edney destacou a grande participação dos jovens no encontro e parabenizou o Padre Wanderson pela organização e os demais padres pela participação no evento, um claro sinal de fé e de unidade. Ressaltou os 300 anos da aparição da imagem de Nossa senhora Aparecida, rendeu graças por seus 30 anos de sacerdócio e também nos trouxe à memória os seis anos da páscoa definitiva do Bispo Dom Clemente Isnard. Ainda parabenizou o aniversariante o Padre Marcos Vinícius, da paróquia Nossa senhora do Desterro, em Quissamã, e apresentou os 300 novos agentes pastorais, que servirão como Meces.

Em sua homilia, enfatizou a prática do amor, do serviço e da unidade entre os irmãos:

- Quem de vós quiser ser o maior deve ser aquele que serve. Autoridade na igreja é, acima de tudo, expressão de serviço, de encontro, de solidariedade, de amizade verdadeira. Saiamos a servir como fez Maria, que tinha todos os motivos para ficar em sua “zona de conforto”.

Logo após a homilia, aconteceu o rito de investidura dos 300 Meces, devidamente preparados para o serviço de auxiliares na administração da Sagrada Comunhão ao Povo de Deus.

Ao final da celebração, o Padre Wanderson agradeceu a todos e, representando todos os padres, com um presente entregue pelo pequeno “Joãozinho”, homenageou o Bispo Diocesano.

Antes de ofertar ao Bispo e ao Padre Wanderson uma imagem com um pouco da história da Paróquia de Macuco, Júnior de Freitas, o coordenador do evento, fez uso da palavra:

- A todos que não mediram esforços para a realização dessa Unidade Diocesana, toda a nossa gratidão. Estamos triplamente felizes: sediamos o dia da XL Unidade Diocesana no Ano Mariano, festejamos com o nosso bispo os seus 30 anos de vida consagrada e também comemoramos os 50 anos da criação de nossa paróquia. Tudo isso, para nós, macuquenses, é motivo de muita bênção. O nosso muito obrigado a Dom Edney por nos presentear com um padre que, obediente ao pedido de nosso Santo Padre, o Papa Francisco, faz de nossa Paróquia uma comunidade em constante saída e sempre de portas abertas.

Ainda antes da bênção final, o bispo declarou:

- Penso que os padres aqui presentes concordam com o que estou dizendo: Muito bonita essa XL Unidade Diocesana. Deus os abençoe e recompense.

Em seguida, com bastante humor, lembrou-nos do “temor e tremor” do Padre Wanderson ao receber a notícia sobre a sede da Unidade Diocesana de 2017 e revelou o nome da Paróquia que sediará o encontro de 2018: Santana de Japuíba, pastoreado pelo Padre Rodrigo.

Após a bênção final, a certeza de que fortes e encorajados todos voltam aos seus lares com a missão de evangelizar, revelando a alegria do ressuscitado a todos os que forem encontrados pelo caminho.



Veja mais fotos clicando aqui


Texto:Maria Rosangela- Pascom São João Batista, Macuco
Fotos: Maria Rosangela - Pascom São João Batista, Macuco