Destaque

 

Padre Wanderson do Couto Mozer completa 2┬║ ano de vida sacerdotal

Data Postagem - 15/03/2017


Os paroquianos de São João Batista, em Macuco, se reuniram nessa terça-feira, dia 14 de março, às 19h30, na igreja matriz, para a celebração da Santa Missa em Ação de Graças pelo segundo ano de vida sacerdotal do Padre Wanderson do Couto Mozer.


- É com grande alegria que nos encontramos hoje, dia em que tenho a oportunidade de celebrar o Santo Sacrifício em comemoração ao meu segundo ano de vida sacerdotal. Neste altar do Senhor, quero também colocar a vida dos cinco irmãos que também foram ordenados comigo: os Padres Fernando, Rafael, Rodrigo Fonseca, Rodrigo Rimes e Diego.


Louvando e bendizendo a Deus, orou, agradecendo por tudo e a todos. Apresentou a vida de cada paroquiano. Juntamente com toda a assembleia, se colocou diante do Pai: “Deus, batiza o meu coração como a primeira vez. És o desejo do meu coração. Vou me apaixonar de novo, mergulhar, me embriagar de Ti: surpreenda-me de novo. Meus limites não são os Teus. Vem e toma o Teu lugar, esse lugar é Teu.”


Após a proclamação do Santo Evangelho, o concelebrante, Padre Yves Barcellos Mozer, destacou pontos relacionados ao tempo fecundo da Quaresma e sobre a vida sacerdotal.


- Podemos dizer que o objetivo de Quaresma é o objetivo de todo sacerdote. O melhor presente que podemos oferecer a um padre é a nossa conversão. Podemos ter certeza de que o Padre Wanderson deseja chegar ao céu e lá encontrar uma geração de santos oriundos de sua paróquia. Um presbítero deixa tudo para seguir a Deus. Ele é a ponte entre o abismo do pecado e a glória de Deus. É uma porta que está sempre aberta para oferecer carinho, refúgio, atenção. É aquele que tem coragem de descer ao precipício para de lá tirar as ovelhas feridas, colocá-las em seus braços e, apesar do peso delas, subir e conduzi-las ao céu. O padre que está em sua Paróquia é o plano de Deus em sua vida. A santificação do padre Wanderson está junto com a santificação de cada paroquiano.


E indagou:


-Você reza pelo seu padre?


Em seguida, todos oraram pedindo, sobre o celebrante, os dons, as graças e os talentos necessários para a condução do rebanho. Uma vida de testemunho e de santidade também foi profetizada, sem se esquecer de confiar o padre a Virgem Mãe de Deus.


Antes da bênção final, uma homenagem da comunidade foi interpretada pela jovem Ana Clara Marini:


- Acreditamos que hoje celebramos a realização de um desejo do seu coração. O zelo com que trata as coisas de Deus não nos permite pensar de outra forma. “Os mestres da Lei e os fariseus conheciam tão bem a Lei de Moisés, que até foram elogiados pelo próprio Jesus. Porém, a melhor parte, ou a melhor coisa, eles não possuíam ou não cumpriam, que era a virtude de praticar o que ensinavam”. Padre Wanderson, podemos afirmar que o senhor é um sacerdote que possui a virtude de praticar o que ensina. Nós aprendemos com sua prática e com seus ensinamentos. Somos uma comunidade que se movimenta. Somos agitados e inquietos como o vento. As constantes caminhadas, os avivamentos, os retiros espirituais, as Santas Missas reavivam nossa fé, nossos sentimentos, nossa alegria. Estamos atentos ao mover do Espírito Santo em nós. Aprendemos que onde quer que estejamos devemos ser sal da terra e luz do mundo, que somos templo do Espírito Santo. Aprendemos que a grande onda é estar na presença do Deus onipotente. Padre Wanderson, o senhor é uma bênção para nós. Que Deus nos permita enxergá-lo, sempre, com os olhos Dele.


Muito feliz e emocionado, o Padre Wanderson agradeceu o carinho dos paroquianos e destacou:


- Estamos juntos, aqui, para fazer a vontade de Deus. Ele vos abençoe e vos guarde.



Clique aqui e visualize mais fotos da Santa Missa.

Fotos e Texto: Maria Ros├óngela - Pascom São João Batista - Laranjais