Destaque

 

Vigário Episcopal Norte avalia 2016 e aborda projetos para 2017

Data Postagem - 08/02/2017


Bom Jardim, Cantagalo, Carmo, Cordeiro, Duas Barras, Itaocara, Macuco, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto e Trajano de Moraes: 10 municípios, 18 Paróquias e mais de 190 Capelas e Pontos de Celebração. Esses são alguns números apresentados pelo Vicariato Norte da Diocese de Nova Friburgo. Além deles, também são contabilizadas Pastorais, Movimentos, Comunidades, Grupos de Oração e diversas atividades que esta parcela do território diocesano oferece aos seus fiéis. Para auxiliar o Bispo, Dom Edney Gouvêa Mattoso, no governo episcopal, cada Vicariato conta com o seu Vigário Episcopal. No Norte o responsável é o Pe. Alexandre Antônio da Silva Guidio.

Desde 2014 na função, que anteriormente desempenhava no Litoral, Pe. Alexandre nasceu em 29 de janeiro de 1971 e foi ordenado presbítero em 5 de janeiro de 2002. Com 15 anos de sacerdócio, o Padre já foi Pároco em Nossa Senhora de Fátima, em Macaé, e atualmente ocupa a mesma função na Matriz Paroquial Nossa Senhora da Piedade, em Cordeiro.

Em entrevista ao Site Diocesano, o Vigário Episcopal fez uma avaliação do ano de 2016 e comentou alguns projetos para 2017.

Ano da Misericórdia

Para começar a entrevista, Pe. Alexandre falou sobre um dos pontos mais marcantes para os Católicos no mundo inteiro em 2016: o Ano Santo da Misericórdia.

- Começamos 2016 dentro do Ano Santo da Misericórdia. O Santuário Diocesano do Santíssimo Sacramento, em Cantagalo, (que sediou a Porta Santa) recebeu várias peregrinações de Paróquias, Movimentos e Pastorais durante o ano, intensificando a atividade dentro do templo e fazendo com que nas Paróquias as propostas deste ano resultassem em um engajamento das pessoas enquanto busca da espiritualidade e da própria formação.

Pastorais Vicariais

Sobre as Pastorais dentro do Vicariato Norte, o Sacerdote destacou algumas frentes de trabalho que tiveram destaque no decorrer de 2016.

- Este ano tivemos melhores resultados dentro de algumas pastorais. Destaco de forma especial a Catequese, que na dinâmica de formar as catequistas promoveu encontros forâneos, momento em que a presença das catequistas foi muito gratificante. Fomos ao encontro de suas necessidades e expectativas, sendo feito um recadastramento do grupo e também um senso sobre o que estava faltando em cada Paróquia. Além disso, aconteceu um avanço na implementação do Ritual de Iniciação Cristã de Adultos (RICA) nas Paróquias, fazendo com que essa metodologia do catecumenato fosse colocada em prática em várias partes do nosso Vicariato.

Sobre a Pastoral Familiar, disse.

- Também destaco o trabalho que está sendo feito na Pastoral Familiar na busca de implantar este serviço nas Paróquias em que ela ainda não existe. O Assessor Vicarial, Pe. Luiz Cláudio Azevedo de Mendonça, tem se reunido periodicamente com os coordenadores dando formação a todos. O Curso de Noivos dentro da nossa região também tem apresentado uma boa participação, uma estruturação muito melhor em 2016, sendo promovido em diversas Paróquias. Junto a ele está um trabalho realizado de formação sobre o Método Natural - Método de Ovulação Billings (MOB) - para a vida matrimonial e o planejamento familiar. Tivemos três encontros durante o ano, formando casais que estão preparados para abordar o tema dentro dos Cursos de Noivos. Também um grupo ligado ao Núcleo de Planejamento Natural da Família (Nuplafam) do Regional Leste 1 está se empenhando em prestar este trabalho no Vicariato, sendo que já estamos programados para fazer em 2017 um curso desse em cada uma de nossas foranias.

Governo Itinerante

Entre os meses de julho e agosto, Dom Edney esteve no Norte para o Governo Itinerante. Pe. Alexandre destacou este momento de unidade.

- Dom Edney visitou o Vicariato entre os meses de julho e agosto por meio do projeto Governo Itinerante e teve a oportunidade de conhecer a realidade de muitas das nossas capelas. Os Padres levaram nosso Bispo nessas localidades que ansiavam pela sua visita. Foi muito proveitoso para as comunidades e acredito que também para o próprio Epíscopo ao ver o desejo desse povo simples, mas muito comprometido com seu trabalho.

- O Bispo também se reuniu com o Conselho de Pastoral do Vicariato e colocou algumas diretrizes que foram interessantes para o trabalho das diversas pastorais, uma vez que elas apresentaram as suas realidades e ele foi pontuando alguns caminhos a serem seguidos. Na reunião do Clero, Dom Edney também teve contato com a realidade de cada uma das paróquias e das situações vivenciadas pelos Sacerdotes, especialmente no Vicariato Norte, onde as distâncias entre a Matriz e as Capelas são muito grandes, observando o trabalho grandioso que é realizado nas Paróquias.

Peregrinação da Imagem de Nossa Senhora Aparecida

A Mãe Aparecida passou pela Diocese entre os meses de maio e agosto, peregrinando por Paróquias, Capelas, Hospitais, Prefeituras e diversos outros espaços. No Vicariato Norte, os fiéis contaram com uma emoção diferente, uma vez que o Rio Paraíba passa por este território.

- Com a passagem da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, o Vicariato Norte apresentou um grande movimento. As Paróquias tiveram uma recepção impressionante deste momento. Em algumas cidades o comércio parou, as escolas promoveram atividades e as capelas se reuniram para prestar homenagens a Mãe Aparecida. Foi um momento intenso de espiritualidade, de busca de uma maior intimidade com a devoção Mariana em nossas comunidades, uma vez que o Rio Paraíba passa pelo Vicariato Norte, especialmente na região de Itaocara. Foi muito interessante ver como o povo é sensível a devoção a Aparecida. Em vários momentos tivemos a oportunidade de oferecer aos fiéis além da Eucaristia, momentos de confissão, unindo a peregrinação ao Ano da Misericórdia. Esta ação movimentou bastante os nossos jovens, as nossas pastorais e movimentos dentro das nossas Paróquias.

Formação de leigos

Um grupo que vem crescendo na Diocese de Nova Friburgo é o dos Ministros Extraordinários da Palavra (MEPs). Investidos pelo Bispo na Catedral São João Batista, em Nova Friburgo, os fiéis tem como missão realizar a Celebração da Palavra nas comunidades.

- Temos um bom grupo de Ministros Extraordinários da Palavra (MEPs) no Vicariato, pois a nossa realidade é de muitas Capelas. Temos frentes de formação que foram aproveitadas durante o ano nos municípios de Cordeiro, Bom Jardim, Itaocara e recentemente Manoel de Moraes para atender toda a região de Trajano de Moraes, Santa Maria Madalena e Macuco. Estamos fazendo tudo para que essa formação chegue o mais facilmente possível as pessoas dentro das suas comunidades, pois esses Ministros precisam ser das próprias Capelas. Então, há um empenho dos Padres em aproximar a formação dos leigos. Está sendo colocada em prática a metodologia que Dom Edney pediu em relação aos MEPs e Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística dentro das Celebrações, e temos conseguido bons resultados. Nossas Capelas demonstram uma vitalidade, um dinamismo dentro das suas propostas.

Pe. Alexandre acentuou a formação leiga como um grande ponto conquistado no Vicariato.

- Acredito que hoje dentro do Vicariato ninguém pode dizer que não existem meios de formação. Pelo contrário, foram colocados muitos meios e maneiras dos agentes de pastorais se formarem para seus trabalhos específicos. Encontros, retiros, formações continuadas nos diversos campos de ação pastoral. Então, é uma questão de saber aproveitar e é o que vamos fazer em 2017.

Diaconia de Santa Teresinha, em Alto de São José

Em outubro de 2016, foi instalada a primeira Diaconia da Diocese. Após um período como projeto piloto, a comunidade celebrou esta conquista em 30/10 em Santa Missa presidida por Dom Edney.

- Foi criado em outubro de 2016 a Diaconia no Vicariato Norte, primeira experiência que se tem dentro da Diocese. Com a ajuda do Pe. Luiz Cláudio e do Diácono Ironil Mascouto, se conseguiu esse passo que é um marco para nossa Igreja Particular e que aconteceu dentro do nosso Vicariato. Esperamos que essa experiência possa abrir portas para outras propostas dentro da Diocese. Ressalto o envolvimento do Diácono neste projeto, que fez com que ele se tornasse realidade e a comunidade de Alto de São José, onde foi criada a Diaconia, é hoje muito vibrante e comprometida com a evangelização.

Avaliação geral

Encerrando a entrevista, o Sacerdote fez uma avaliação geral e destacou alguns aspectos.

- O ano de 2016 foi um bom progresso no campo pastoral, momento em que os leigos tiveram uma boa formação e ao mesmo tempo um engajamento maior dentro das diversas atividades pastorais. Foram várias programações a nível Diocesano e Vicarial e houve sempre uma grande participação. Ao mesmo tempo, se junta a isso os Jubileus que aconteceram durante o ano no Santuário em Cantagalo, que estimulou mais ainda as reuniões e momentos conjuntos das pastorais. Dentro do que é o ambiente do Clero, destaco a unidade e a fraternidade entre os Padres. Vejo um crescente neste aspecto, uma questão de partilha e de ajuda mútua entre os Sacerdotes. Há um ambiente de muita fraternidade, tranquilidade dentro do trabalho, uma vez que conhecemos os diversos desafios que enfrentamos pelas distâncias e a carência do nosso território.

Para 2017, estão previstas importantes atividades no Vicariato, tais como: Ano Mariano Nacional com a peregrinação Paroquial da imagem de Nossa Senhora Aparecida, Unidade Diocesana, Encontros Diocesanos e Vicariais, Governo Itinerante, Abertura da Campanha da Fraternidade, Dia de Santificação do Clero no Santuário Diocesano em Cantagalo, Retiros, Assembleia Vicarial, entre outros.

 

Texto: Monara Teixeira
Foto: Arquivo Diocese de Nova Friburgo
fonte: http://www.diocesenf.org.br/index.php/fale-conoslco/82-noticias/2558-pe-alexandre-guidio